APRESENTAÇÕES, FÓRUM, DEBATES, OFICINAS E MUITO MAIS. PROGRAMAÇÃO PARA CRIANÇAS, PROFESSORES, AGENTES DA LEITURA, MEDIADORES E LEITORES EM GERAL.

O Festival reúne, numa só programação, diferentes iniciativas. As estações Bom de Ler, Oficinas de Leitura, Saraus de histórias, e a série Bom de Ler Filosofia, Prosa e Poesia.

Receberemos escritores, artistas e professores que contribuem com suas obras e pensamentos para a formação de uma nova geração de leitores no Brasil e tornaram-se, ao longo do tempo, amigos do Projeto Bom de Ler.

Veja a programação, inscreva-se, participe, convide os amigos e vamos juntos celebrar, pensar e discutir durante todos esses dias.

Esperamos vocês.

FESTIVAL DA LEITURA DE FLORIANÓPOLIS
17h

ATOS DE ABERTURA

Encontro com as crianças e jovens, alunos e educadores do projeto Bom de Ler.

Presença da presidente do Instituto Parati, dona Ida Fantin, amigos do projeto e convidados.

18h

ABERTURA OFICIAL E LANÇAMENTO DA CAMPANHA "A LEITURA É A BASE DO BRASIL"

Leitura e da formação de uma nova geração de leitores no Brasil.

Participação especial de Zuenir Ventura (Membro da Academia Brasileira de Letras, jornalista e escritor) e José Paulo Teixeira (escritor e coordenador do Projeto Bom de Ler).


PLATAFORMA BOM DE LER
9h às 12h

COM TODAS AS LETRAS DA CULTURA

Com: Juliano Garcia Pessanha (Filósofo, SP) e Evandro Afonso Ferreira(Escritor, SP).

15h às 18h

POESIA E FILOSOFIA NA OBRA DE MANUEL DE BARROS.

Com: Elton Luiz L. Souza (Filosofo e professor, UNIRIO - RJ).

16h às 18h

Jovens e professores que integram a Academia Bom de Ler participam da Sessão especial na ACADEMIA CATARINENSE DE LETRAS.


PLATAFORMA BOM DE LER
9h às 12h

LEITURAS DE AGAMBEN: A POTÊNCIA DO PENSAMENTO NA TRADUÇÃO BRASILEIRA.

Com: Selvino Assmann (Professor de filosofia e tradutor).

Uma leitura da poesia de Holderlin no pensamento de Heidegger
Cláudia Pellegrini Drucker (Filósofa e professora da UFSC).

14h às 17h

QUANDO DESCOBRI A POESIA NA OBRA DE ANA CRISTINA CESAR

Com: Alice Sant'Anna (poeta, 27 anos, RJ)

Em torno da Mesa: A POESIA CONVERSA COM A POESIA

Estranhas habitações – Intimas linguagens - Uma conversa entre o filósofo Elton Luiz Leite de Souza (Poética de Manuel de Barros) e Alice Sant’Anna (Poesia de Ana Cristina Cesar).

17h às 18h

APRESENTAÇÃO DA PLATAFORMA DE MAPEAMENTO IDCULT BOM DE LER

Com: Thiago Skárnio (especialista em Cultura Digital) e Tatiane Gonzaga (analista de sistemas)

CANTOS E CONTOS: MÚSICA E POESIA NA PONTA DA LÍNGUA.
Com Tatjane Garcia (professora e mediadora de leitura, produtora cultural e mestre em Estudos Literários pela UFPR).

O IDCult Bom de Ler é um sistema de mapeamento que reúne diversos módulos para compartilhar dados em rede e gerar indicadores da cadeia produtiva da Literatura Catarinense.


PLATAFORMA BOM DE LER
10h às 12h

ENCONTRO COM AUTORES DA LITERATURA INFANTOJUVENIL.

Com: Eliane Debus e escritores convidados.

10h30 às 12h00

OFICINA DA PLATAFORMA DE MAPEAMENTO IDCULT BOM DE LER

Com: Thiago Skárnio (especialista em Cultura Digital) e Tatiane Gonzaga (analista de sistemas)

14h30 às 17h

LEITURAS DO BRASIL - EXPRESSÃO LITERÁRIA E MUSICAL BRASILEIRA - A EXPERIÊNCIA DO MÚSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA.

Com: José Miguel Wisnik e Manuel da Costa Pinto.

17h - 18h

UMA PROPOSTA DE ORGANIZAÇÃO E MOBILIZAÇÃO.

Representantes do Movimento do Livro e da Leitura de Santa Catarina se encontram para a formação e organização das Câmaras Setoriais (estadual e municipal) do Livro e da Leitura.


FORUM CATARINENSE DO LIVRO E DA LEITURA
8h30   MESA DE ABERTURA

Entrega das propostas do Plano Catarinense do Livro e da Leitura.

9h PALAVRA E MÚSICA - Participação especial de José Miguel Wisnik.

10h   CONFERÊNCIA
QUE PAÍS É ESSE?
Uma leitura atualizada do Brasil. Ou: O que a leitura tem a ver com isso?
Com: Affonso Romano de Sant'Anna (Poeta e escritor brasileiro).
11h30   COMPOSIÇÃO DA CAMARA SETORIAL DO LIVRO E DA LEITURA CATARINENSE
Coordenação de Carlos Stegemann.

14h   APRESENTAÇÃO DO DIAGNÓSTICO E DO PLANO DE LEITURA SC
Coordenação de José Paulo Speck Pereira.

15h   CAMPANHA POR UM PAÍS DE LEITORES

BRASIL 22: A LEITURA É A BASE DA EDUCAÇÃO. A FORMAÇÃO É A BASE DO BRASIL. Convidados: José Castilho Marques Neto (MinC), Zoara Failla (Instituto Pró-Livro), Rodolfo Joaquim Pinto da Luz (Prefeitura Municipal de Florianópolis), Salomão Ribas Júnior (Academia Catarinense de Letras) e José Paulo Teixeira (Instituto Parati).

16h   APRESENTAÇÃO MUSICAL

Com o músico e compositor Rennã Fedrigo com a participação de artistas do Projeto Bom de Ler, faz uma viagem pela música brasileira.


17h   LEITURA DA CARTA

Leitura da Carta de Florianópolis. Cidades Catarinenses mobilizadas pelo Livro e a Leitura.

18h   ENCERRAMENTO

ZUENIR VENTURA

É colunista do jornal O Globo, tendo ganho o Prêmio Jabuti em 1995, na categoria reportagem, pelo livro Cidade Partida.1 É o sétimo ocupante da cadeira 32 da Academia Brasileira de Letras, eleito no dia 30 de outubro de 2014, na sucessão do dramaturgo Ariano Suassuna, e recebido no dia 6 de março de 2015, pela Acadêmica Cleonice Berardinelli.

ALICE SANT'ANNA

Alice Sant'Anna nasceu em 1988 no Rio de Janeiro. Em 2008, publicou seu primeiro livro de poesia, Dobradura (7 Letras). Em 2012, lançou, em parceria com Armando Freitas Filho, a plaquete Pingue-Pongue. Rabo de baleia (Cosacnaify) recebeu o prêmio APCA de título de poesia de 2013. Em 2014, lançou "Ilha da decepção", com o pai, Alexandre Sant'Anna, uma plaquete que reúne fotos e um poema sobre uma ilha do polo sul. Formada em Jornalismo, com mestrado em Letras pela PUC-Rio, é coordenadora editorial da revista quadrimestral de ensaios do Instituto Moreira Salles, "serrote", e escreve às sextas para a página Transcultura, do Segundo Caderno no jornal O Globo.

MANUEL DA COSTA PINTO

Jornalista e crítico literário, foi um dos criadores da "Cult", revista que editou por seis anos. Nasceu em São Paulo em 1966. É formado em jornalismo pela PUC-SP e mestre em teoria literária e literatura comparada pela USP (Universidade de São Paulo).Foi editor-assistente da Edusp, editor-executivo do "Jornal da USP", editor-executivo da revista "Guia das Artes" (especializada em artes plásticas) e, de 1997 a 2003, coordenador editorial do Instituto Moreira Salles. Na Folha, foi redator do extinto caderno Mais! e assinou, de 2003 a maio de 2010, a seção "Rodapé Literário", quinzenalmente aos sábados, na Ilustrada.

JOSÉ MIGUEL WISNIK

José Miguel Soares Wisnik (São Vicente, 27 de outubro de 1948) é um músico, compositor e ensaísta brasileiro. É também professor de Literatura Brasileira na Universidade de São Paulo. Graduado em Letras (Português) pela Universidade de São Paulo (1970), mestre (1974) e doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada (1980), pela mesma Universidade. Wisnik estudou piano clássico durante muitos anos, mas optou pela faculdade de Letras.

ELTON LUIZ LEITE DE SOUZA

Nasceu no Rio de Janeiro, em 1964.Graduou-se em Comunicação Social ( Jornalismo) e Filosofia, pela UERJ; é Mestre em Comunicação e Cultura ( UFRJ) e Mestre e Doutor em Filosofia (UERJ).É Professor Adjunto na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e pesquisador da Faperj.Publicou livros e artigos nas áreas da Filosofia, especialmente Ética , Estética e as relações entre a Filosofia e as Artes. Desenvolveu pesquisa sobre a obra de Manoel de Barros junto à Faperj, a qual resultou no livro Manoel de Barros: a poética do deslimite , publicado pela Editora 7letras do Rio de Janeiro. Tem feito palestras, orientado trabalhos acadêmicos e publicado artigos em torno da obra do poeta.

CLAUDIA PELLEGRINI DRUCKER

Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1987), mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1991) e doutorado em Filosofia - Duquesne University (1997). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Fenomenologia, atuando principalmente nos seguintes temas e abordagens: arte, fim da tradição, ser, fenomenologia e filosofia da história. Lidera o Núcleo de investigações metafísicas (NIM).

EVANDRO AFONSO FERREIRA

Nasceu em 1945, em Araxá, MG. Contista, romancista e livreiro. Abandona a escola aos 10 anos para trabalhar na loja de calçados do pai. Vive em Brasília entre 1959 e 1962. Em 1963 transfere-se com a família para a cidade de São Paulo, e emprega-se em um banco até 1978. Depois, trabalha como redator publicitário até sofrer um infarto, em 1990. Após passar um mês no hospital, decide dedicar-se integralmente à literatura: em 1991 monta o sebo Sagarana, com o acervo de 3 mil volumes que tem em casa. Cinco anos depois, publica um livro de humor, Bombons Recheados de Cicuta, hoje renegado pelo próprio autor. No ano 2000 publica Grogotó!, livro que define um estilo pessoal e chama a atenção da crítica: com 73 contos curtos, alguns deles com menos de 30 palavras, Ferreira demonstra forte atração pela sonoridade dos vocábulos (muitas vezes recolhidos ou inspirados no tupi ou no iorubá), pela inventividade do léxico, pelo humor cáustico e por desfechos inesperados.

RENNÃ FEDRIGO

Compositor, violonista e cantor. Permeia com a sua criação musical por diversos estilos, sendo estes: canção, música instrumental, música eletrônica, música experimental, música de concerto além da produção de trilhas sonoras para os mais diversos fins.

JULIANO GARCIA PESSANHA

Juliano Garcia Pessanha nasceu em São Paulo em 1962, estudou direito, filosofia e é mestre em psicologia e doutorando em filosofia pela USP. Autor da trilogia Sabedoria do nunca (1999), Ignorância do sempre (2000) e Certeza do agora (2002), também publicou Instabilidade perpétua (2009), todos pela Ateliê Editorial.

AFFONSO ROMANO SANT'ANNA

Affonso Romano de Sant'Anna nasceu em 1937, em Belo Horizonte. Jornalista, professor universitário, ex-diretor da Biblioteca Nacional, é considerado unanimemente um dos mais importantes poetas brasileiros da atualidade. Tem mais de 40 livros publicados, e é professor em diversas universidades brasileiras (UFMG. PUC-RJ, URFJ, UFF). No exterior lecionou em universidades na Califórnia, Koln e Aix-en-Provence. Seu talento foi confirmado pelo estímulo recebido de várias fundações internacionais como a Ford Foundation, Guggenheim, Gulbenkian e o DAAD, que lhe concederam bolsas de estudo e pesquisa em diversos países. Como jornalista trabalhou nos principais jornais e revistas do país: Jornal do Brasil (pesquisa e copy desk), Senhor (colaborador), Veja (critico), Isto É (cronista), colaborador de O Estado de São Paulo. Escreve também no Estado de Minas e Correio Braziliense.

JOSÉ PAULO TEIXEIRA

José Paulo Teixeira é escritor, autor de "Uma utopia de leitura" (2010), "Os donos da cidade" (2005) e "Travesseiro de sonhos" (2007). A filosofia do livro e a poética da leitura marcam a trajetória recente do criador da Cidade Futura e Coordenador do projeto Bom de Ler. José Paulo tem 59 anos, vive em Florianópolis e atualmente dedica-se ao programa de formação de agentes leitores e aos novos títulos da série Jovens Utopias, entre outros escritos e projetos.

ELIANE DEBUS

Possui graduação em Letras Licenciatura Português e Inglês pela Fundação Educacional de Criciúma (1991), mestrado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e doutorado em Lingüística e Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2001). Atualmente é professora da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando no Departamento de Metodologia de Ensino e no Programa de pós-Graduação em educação.. É líder do Grupo de Pesquisas LITERALISE: Grupo de pesquisa em literatura Infantil e juvenil e práticas de mediação literária, da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Educação e Letras, com ênfase em Literatura Infantil e Juvenil, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura infantil, literatura infantil e juvenil, formação de leitores, formação de professores e leitura literária.

SELVINO ASSMANN

Possui graduação em Filosofia pela Faculdade Filosofia N Sra Imaculada Conceição Viamão (1967) , graduação em Teologia pela Pontificia Università Gregoriana (1970) , mestrado em Teologia pela Pontificia Università Gregoriana (1971) , mestrado em Filosofia pela Pontificia Università Lateranense (1973) e doutorado em Filosofia pela Pontificia Università Lateranense (1983) . Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina, Membro de corpo editorial da Ethic@ ? Revista Internacional de Filosofia da Moral, Membro de corpo editorial da INTERthesis (Florianópolis) e Revisor de periódico da INTERthesis (Florianópolis). Tem experiência na área de Filosofia , com ênfase em Filosofia Política. Atuando principalmente nos seguintes temas: Filosofia da história, História das Idéias, Conceito de filosofia, Pensamento latino-americano, Pensamento político.

SALOMÃO RIBAS JUNIOR

Filho de Salomão Antônio Ribas e de Olinda Ribas, morou em Curitiba e no Rio de Janeiro, onde bacharelou-se em direito pela Universidade Federal Fluminense, em 1972. É radialista e jornalista provisionado, tendo atuado na imprensa como profissional e como colaborador de jornais, revistas, rádios e TVs. É membro do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina. Desde 1992 é o titular da cadeira 38 da Academia Catarinense de Letras.

Voltar